Ancine aprova filme que vai relatar a infância e adolescência de Ayrton Senna no Tocantins

Publicado em 19 de junho de 2019 - 08:49h

Da Redação do CP Notícias

Ayrton Senna e o Jornalista Goianyr Barbosa, idealizador do projeto

O projeto do filme “Ayrton, Meninices no Coração do Brasil”, que será dirigido e produzido pelo ator e cineasta Vicentini Gomez, célebre pelos trabalhos nas novelas da Rede Globo, como Jóia Rara, onde interpretou o delegado Cavalcante e, em Avenida Brasil, o Serjão, foi aprovado semanada passada pela Agência Nacional do Cinema (Ancine).

A autoria intelectual do projeto é do jornalista e ex-prefeito de Almas, Goianyr Barbosa, que tem ainda como parceiro o radialista e cantor de Brasília, Clayton Aguiar. Segundo Vicentini, o filme terá duração de 75 minutos, na modalidade documentário ficcional e contará as histórias, fatos, causos e lembranças da infância e adolescência de Ayrton Senna na época em que passava férias na fazenda Brejo, no município e Taipas (TO), propriedade de seus pais. Está previsto para acontecer este mês a vinda do cineasta a Palmas para uma coletiva de imprensa e uma visita a Taipas e região, locais onde ocorrerão as filmagens.

O Filme, de acordo com Vicentini, dividirá a narrativa entre os depoimentos dos “velhos da terra”, anônimos e notórios, amigos, da imprensa e do meio automobilístico, com reconstituição de cenas com atores notáveis, representando fatos e histórias pitorescas narradas pelos recordadores, sobretudo nestes tempos em que vivia suas férias no outrora Norte goiano, hoje Tocantins. “Através de recordações dos “velhos da terra” mostraremos ainda o folclore tocantinense, tais como: Folia de Reis, Cavalhadas, Congada, Catira, fogueiras, festas juninas e o que era vivido pelos empregados da fazenda e suas brincadeiras de ‘antigamente’ no terreiro, na roça, no quintal, que exigiam muita criatividade para transformar um simples pedaço de palha de milho com algumas penas de galinha para construir uma peteca”, explica.


Cineasta Vicentini Gomez

Lançamento

O ator Vicentini Gomez está trabalhando de maneira engajada para que o filme tenha a sua estréia no segundo semestre do próximo ano, data em que coincide com o aniversário de 60 anos do ex-piloto. Segundo Goianyr, o ponto alto das filmagens será na cidade de Taipas, onde Milton Senna, pai de Ayrton, possuía um grande projeto agropecuário. “As cidades de Dianópolis e Almas podem também fazer parte do roteiro, visto que a primeira era muito frequentada pela família; já em Almas, o empresário Milton Senna possuía uma mineradora na região de Garrafas, para a qual sempre levava o garoto Ayrton”, informa. Para Vicentini, o filme além de projetar o Tocantins para o mundo, a região terá ganhos significativos, como, por exemplo, Taipas ser transformada num atrativo e roteiro turístico dos mais procurados do estado .

O projeto aprovado pela Ancine, com Salic 19-0229, com base na Lei 8685/93 – Artigo 1º A, está em fase de captação de recursos, pesquisa e desenvolvimento do roteiro e será finalizado em 2020 em tempo de comemoração dos 60 anos de Ayrton. Outro fator importante desenvolvido por Vicentini e a sua empresa Palha & Entretenimentos – Casa de Criação Produções Ltda, foi a criação do site acerca do projeto. Nesse sentido, quem desejar acompanhar a trajetória do filme é só acessar: www.ayrtonmeninices.com.br

Livro sobre Senna

A história da passagem da família Senna pelo Tocantins foi concebida pelo jornalista Goianyr Barbosa ainda em 2005, portanto há 14 anos, para ser mostrada não só nas telas dos cinemas, bem como em obra escrita. Paralelamente ao filme, Goianyr foi buscar na pena brilhante e erudita do escritor e desembargador aposentado, Dr. José Liberato Póvoa, dianopolino e testemunha ocular dos fatos, um trabalho que pudesse ser lido e apreciado por fãs, admiradores e que sirva de grande fonte de referência histórica acerca de um dos pilotos mais respeitados e lenda do automobilismo mundial.

O livro tem como título “Ayrton, seus Passos no Tocantins”. Por outro lado, o jornalista se diz frustrado pelo trabalho já não ter acontecido antes, pois, segundo ele, falta visão dos que podem ajudar, falta compromisso, e não veem que todos ganharão com a obra. “Tenho carregado sozinho este projeto, falado, mostrado, mas as nossas autoridades não acreditam que um filho da terra é também capaz de idealizar algo dessa grandeza. Acham que é quimera e dão as costas. No entanto, sempre acreditei que um dia uma mente iluminada enxergaria essa tão fantástica mina de fatos fabulosos adormecidos no coração do Brasil”, desabafa.

Vicentine Gomez

Vicentine Gomez realiza uma obra significativa voltada ao documentário e ao resgate histórico, cercando-se, sempre, de notáveis pesquisadores, historiadores, e memorialistas, tendo conquistados diversos prêmios. Em 2004/2005 produziu, roteirizou e dirigiu a série “Consciência na Cultura”, veiculada pela TV Cultura, realizada em parceria com a UNESP – Universidade Estadual Paulista – onde transformou teses de doutorado e dissertações de mestrado em documentários para a Televisão. Tem produzido e dirigido filmes contando a história das cidades paulistas, em especial as da rota dos Bandeirantes, como Porto das Monções e as séries O Baú da História, Plaquita e Histórias & Estórias.

No dia 11 de agosto, porém, entra em circuito o filme “Justiça! Uma História”, longa metragem relatando a história do Poder Judiciário no Brasil, desde o descobrimento até nossos dias. Seus últimos trabalhos na TV Globo como ator foram: “Avenida Brasil”, como Serjão, o seqüestrador da Carminha. Na novela “Joia Rara”, representou o delegado Cavalcante. Por fim, no SBT, está no ar “Cúmplices de um Resgate”, onde interpreta o italiano Giuseppe Cavichioli.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Fone: (63) 98454-5055 Email: portalcpnoticias@gmail.com
Jornalista responsável: Dermival Pereira
Copyright®2018 - 2019 – CP Notícias Cleiton Pinheiro.

Criado por: