Polícia apreende tartarugas com pescador clandestino no Cantão

Publicado em 16 de agosto de 2019 - 08:11h

Da Redação do CP Notícias

Foto: Divulgação/PM Ambiental

Durante a operação Cantão, em uma ação conjunta entre o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), ocorrida na última quarta-feira, 14, no Parque Estadual do Cantão, localizado no município de Caseara, as equipes apreenderam 19 tartarugas, com um pescador clandestino do Estado do Pará. Os quelônios foram resgatados e posteriormente soltos no Rio Araguaia.

Segundo o BPMA o infrator não possuía nenhuma documentação pessoal. Na ocasião foi lavrada notificação concedendo prazo para o mesmo apresentar informações ao Naturatins posteriormente. O pescador foi notificado e deve comparecer à delegacia em até sete dias. Além do material predatório, foi recolhida também uma embarcação com motor de popa.

O supervisor do Parque do Cantão, Adailton Glória, conta que neste período que antecede a desova dos quelônios, quando as tartarugas ficam nas praias, ocorrem muitas apreensões devido à insistência de pescadores do estado do Pará, que na maioria são ilegais e utilizam os quelônios para comercialização.

“As ações de fiscalização são constantes, acontecem por meio de quatro escalas, duas na região sul na divisa com o Pará e as outras na região da sede do Parque. Nós estamos cumprindo a nossa missão que é preservar e proteger a biodiversidade da unidade de conservação”, explicou Adailton. O gestor adiantou que as operações de fiscalizações são constantes e que o apoio do Governo do Estado, do Programa ARPA – Áreas Protegidas da Amazônia e do Projeto Quelônios da Amazônia que deve iniciar em breve, está resgatando a espécie, que anteriormente estava na lista de animais ameaçados de extinção e atualmente não mais. (Com informações da Ascom do Naturatins).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Fone: (63) 98454-5055 Email: portalcpnoticias@gmail.com
Jornalista responsável: Dermival Pereira
Copyright®2018 - 2019 – CP Notícias Cleiton Pinheiro.

Criado por: